Aterosclerose, o grande algoz da humanidade!

Como prometido, esta é a ultima matéria sobre colesterol e a mais importante já que hoje em dia a aterosclerose é responsável por um grande número de óbitos no mundo todo, isso mesmo, ela é responsável pelo aumento das coronariopatias que originam o infarto agudo do miocárdio, dos acidentes vasculares cerebrais isquêmicos, pelos quadros de tromboembolismo e por aí afora.

Então vamos entender um pouquinho mais sobre este assunto, ok? Para começar hoje em dia sabemos que a aterosclerose é uma doença degenerativa crônica, portanto vai te acompanhar por toda a sua vida causando danos progressivos durante ela. Estudos atuais mostram que a aterosclerose é acima de tudo uma doença inflamatória e oxidativa, o colesterol LDL, é um coadjuvante, importante, mas um coadjuvante. Como assim?

Você vai entender mais, a partir do momento em que eu explicar como acontece o processo de formação da placa de aterosclerose e é isso que eu vou fazer agora. Para que comece haver o processo de formação da placa de aterosclerose o primeiro passo é que ocorra uma lesão na parede do vaso sanguíneo e o que faz esta lesão são fatores como: fumo, stress, insulina alta, pressão alta, que irritam a parede do vaso e causam microfissuras (pequenos rompimentos). Não podemos esquecer que estes mesmos fatores aumentam e muito a produção de radicais livres e desta forma a bomba está começando a ser armada.

Estas pequenas fissuras atraem dois tipos de moléculas, as LDL que se oxidam e os monócitos, que são células sanguíneas de defesa que acodem no local e se transformam em macrófagos. Estes macrófagos começam a fagocitar (engolir) os LDLs oxidados e vão depositando este material na parede do vaso até que fiquem cheios demais e acabem morrendo. Assim é formada a tão famigerada “Foam Cells” (células espumosas) e a partir daí o processo começa a se perpetuar porque começará uma reação imunológica intensa que acaba atraindo mais fatores inflamatórios como a Proteína C Reativa (PCR), as interleucinas, o fibrinogênio que vai perpetuar ainda mais este quadro.

Consequência disto tudo podem ser dois caminhos: primeiro a placa crescer demasiadamente e fechar o vaso causando isquemia, os infartos, que pode ocorrer em qualquer área do corpo como mesentério intestino), coronária ( coração) ou cerebral ( AVC isquêmico), segundo formar trombos, que também levam ao fechamento do vaso e causam isquemia.

Bom eu disse que o LDL era um coadjuvante, importante neste processo mas não o principal, é lógico que é ele que vai começar a depositar na parede da célula, mas para formar a placa é preciso que esta esteja inflamada e que ele se oxide e o que esta por trás da inflamação e da oxidação é exatamente tudo o que venho dizendo aqui, ou seja uma dieta rica em carboidratos simples e gorduras trans, sedentarismo, stress, poluição, cigarro, ou seja vícios da vida moderna, não é mesmo?

Pois saiba que nem as crianças estão livres do aparecimento das placas de aterosclerose e que a mesma pode começar a se formar ainda na barriga da mãe se esta apresenta uma dieta desequilibrada no período da gravidez.

Resumindo, todos nós corremos o risco de desenvolver placas de aterosclerose e este risco aumenta conforme a idade vai passando podendo chegar a mais de 85% a partir dos 50 anos.

O tratamento é feito a partir de mudanças de hábitos de vida como: controle alimentar com a ingestão de grande quantidade de alimentos antioxidantes, atividade física regular, baixar o nível de stress, emagrecimento, principalmente se você é portador daquela barriguinha de chopes, parar de fumar. Como terapia, antes, a prioridade eram medicações que controlavam o nível de colesterol LDL, mas hoje existem pesquisas com anti-inflamatórios, antioxidantes associados para o controle da placa.

Alguns suplementos também podem ser usados para estes fins com pesquisas recentes mostrando grandes resultados. De qualquer forma, procure sempre um médico que possa te orientar e assim você possa fazer as mudanças e o tratamento adequados ao seu caso.

Uma coisa eu digo, nunca é tarde para se adquirir hábitos saudáveis para a sua vida, suas artérias agradecem!

Dra Liliane Lemesin
CRM: 80189